roedores Roedores

alimentação e nutrição

peculiaridades e cuidados na alimentação de roedores de estimação

peculiaridades e cuidados na alimentação de roedores de estimação

by dr fala Dr. Fala

229 post view

A busca por pequenos mamíferos como animais de estimação têm aumentado expressivamente. Até então gatos, cães, peixes e pássaros eram as espécies mais corriqueiras, no entanto, a popularidade dos roedores vem crescendo exponencialmente. Esse aumento deve-se a esses animais ocuparem pouco espaço físico, emitirem baixos sons e apresentarem reduzido custo de manutenção. Além disso, são extremamente dóceis, inteligentes e amam interagir. A criação desses pets exige uma série de cuidados especiais de acordo com a característica de cada espécie. Para isso, ressaltamos a alimentação, fator crucial para o bom desenvolvimento e preservação da saúde.

Atualmente, existem no mercado alguns tipos de alimentos para roedores que basicamente consistem em misturas de sementes e alimentos balanceados. As sementes são muito atrativas por apresentarem grande parcela de gordura, sendo bem saborosas, porém o consumo desta base alimentar pode originar o desenvolvimento de diversas patologias como a lipidose hepática, osteodistrofia, aterosclerose, lipomas e obesidade. Além disso, pode-se citar também a possível presença de agrotóxicos e micotoxinas (aflatoxinas), que desenvolvem processos alérgicos e podem levar a quadros de intoxicação e óbito.

É comum ocorrerem problemas nutricionais pela falta de informação do tutor quanto à qualidade e tipo do alimento a ser fornecido a uma determinada espécie de roedor. A Ordem Rodentia é a maior entre os mamíferos e dentre esses roedores, podemos citar o Porquinho-da-índia (Cavia porcellus), pet muito dócil que possui algumas peculiaridades como a incapacidade de sintetizar a vitamina C. Por isso, é essencial que essa vitamina seja fornecida por meio da alimentação. Outra particularidade interessante, assim como os ratos, os Porquinhos-da-índia são neofóbicos, ou seja, não aceitam mudanças bruscas de ambiente nem de manejo alimentar.

Outro tradicional roedor nos lares brasileiros é o Hamster que possui 24 espécies distribuídas em cinco gêneros. Possuem maior atividade no período vespertino e noturno e têm o hábito de estocar comida no canto da gaiola, o que deve receber boa atenção e cuidado com a limpeza para evitar possíveis contaminações. Com relação a preservação da saúde desses pets, os dentes merecem atenção especial por possuírem crescimento contínuo. Destacam-se algumas condições patológicas devido a esse fator, como o hipercrescimento dentário (capaz de acometer até 60% desses animais) e ainda a má oclusão. Ambas doenças tem ligação com o hábito alimentar, que consiste em alimentos que não possibilitam o desgaste dentário suficiente. Os dentes destes animais crescem a uma velocidade aproximada de 5 a 10 cm por ano. Para que mantenham um tamanho adequado é indispensável que sofram um desgaste que ocorre principalmente por meio da alimentação.

Diferentemente das sementes, os alimentos extrusados da linha Alcon Club fornecem a quantidade ideal de cada nutriente, proporcionando saúde, vitalidade e sobrevida para estes pequenos. Com alta inclusão de fibra, importante nutriente para esses animais, também são ricos em vitamina C e Ômega 3, além de nucleotídeos e prebióticos, que favorecem o desenvolvimento da flora intestinal benéfica. Outro diferencial importante é a textura bem firme, que auxilia no desgaste odontológico, evitando o hipercrescimento.

Além de uma boa alimentação e atenção, nossos pets merecem uma boa distração, também conhecido como enriquecimento ambiental. Para isso, ofereça o Alcon Club Frutas e Legumes. Este Petisco é uma combinação de legumes e frutas desidratadas que são muito apreciadas por essas espécies. Sendo assim, uma dieta rica, além de promover maior disposição, também contribui para a coleta de nutrientes diversificados que, em conjunto, colaboram para um ótimo funcionamento do organismo. Não esqueça, é imprescindível levar seu pet para fazer check-ups regulares, para isso, visite o médico veterinário.

Autor: Carlos Augusto Nicolino - Mestre e Doutor em Patologia Veterinária
Colaboradores: Eva Schneider, Graduanda em Medicina Veterinária e Max Ternero Cangani - Mestre em Microbiologia Agropecuária- Doutor em Zootecnia

Confira dicas de manejo e nutrição em Roedores e Coelhos - Guia Prático
Dúvidas? Escreva para nosso Depto. Técnico


Agradecemos por seu feedback! Esta sua ação é muito importante para nós, pois nos inspira a continuar criando conteúdos interessantes e acessíveis, que possam lhe auxiliar cada vez mais a manter seu pet sempre saudável e feliz :)

subir